Volume 19  Edição 893   1º de dezembro de 2019

Página 3

Últimas verdades, mentiras e boatos da Bolsa

Para a pág. 4

É verdade que   o Ibovespa ainda continua a não conseguir romper de forma confirmada a resistência da linha de topos no gráfico dolarizado, apesar de ter rompido topos nominais,  porque  o dólar também tem subido.

Os investidores estrangeiros esticaram o saldo líquido vendedor na Bovespa até cerca de R$ 7,7 bilhões no dia 26,  após ligeira pausa na semana passada, claramente representando a resistência técnica nessse nível de preços.    Isso se confirma com sua posição vendedora no futuro do índice e de certa forma pela aumentada posição comprada no futuro do dólar,  como temos repetido por aqui.

Seguem do lado oposto,  os institucionais nacionais e as pessoas físicas, ambos sobrecomprados no à vista e no futuro do índice,  possivelmente por conta da queda da taxa de juros, que veio tornando desinteressantes as aplicações em renda fixa e atraindo recursos para aplicações de maior risco.







É mentira que
tenha havido interrupção na melhoria na situação do emprêgo: a taxa de desemprego no Brasil ficou em 11,6% no trimestre encerrado em outubro, atingindo 12,4 milhões de pessoas, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


Trata-se da primeira queda na série do indicador desde o trimestre encerrado em junho. No período entre maio e julho, a taxa estava em 11,8%. Já no trimestre encerrado em outubro do ano passado, a taxa foi de 11,7%.

Apesar de redução de 0,2 ponto percentual em relação ao trimestre que vai de maio a julho, o IBGE considera que houve que a taxa de desemprego segue estatisticamente estável.

De acordo com a analista da pesquisa Adriana Beringuy, a "estabilidade" está relacionada a um crescimento menor da população ocupada.






É verdade que
progride a ideia de incluir na reforma tributária a volta da tributação sobre a distribuição de lucros e dividendos, abandonada desde 1995.

Estudos apontam que apenas pouco países no mundo não praticam essa tributação,  e o projeto do governo pretende combinar essa alteraçáo na legislação com outra regra atualmente muito em voga,  que é a sensível redução do imposto de renda sobre o lucro apurado pelas pessoas jurídicas.

Boato 1: Depois do cheque especial,  a equipe econômica deverá mexer no cartão  de crédito.
Boato 2:  Mesmo selecionados os pretendentes,  não estaria garantido o sucesso da 2a rodada da venda das refinarias da Petrobrás.
   -  colhidos na Internet -

           COMUNICADO

   (clique abaixo e divulgue)

A todos os leitores e amigos
do
Verdades e Mentiras da Bolsa

"Há anos acompanho o seu site. Acho-o muito bem elaborado, útil e qualificado. Parabéns. Pode contar com a minha contribuição mensal, conforme sugerido. Segue comprovante da doação ref. março/2013."
"como leitor interessado na continuidade da circulação do V&M fiz transferência no valor de R$120,00 agendada para 04/03, seguindo o valor sugerido de R$10 por mês, considere minha doação para todo o ano de 2013. Torço para que receba as contribuições necessárias para a manutenção da publicação." "Vale muito mais do que 10,00...(!) .  Acompanho há anos. Ótimo trabalho. Com o tempo, vou quitando minha dívida."