Volume 19  Edição 867     14 de abril de 2019

Página 3

Últimas verdades, mentiras e boatos da Bolsa

Para a pág. 4

É verdade que   desagradou ao mercado a interferência do presidente na entrada em vigor da nova fórmula de preços para o diesel,  na quinta-feira,  para evtar nova greve dos caminhoneiros.  Essa nova fórmula admite reajustes quinzenais e já havia sido criada para atender aos caminhoneiros.

Acontece que subiram tanto os preços internacionais de petróleo como o câmbio e a interferência faz lembrar as manobras danosas de governos anteriores,  em sacrifício da empresa.

Esta, por sua vez, está em ótima situação para abrandar um pouco sua fórmula e ajudar a contornar o impasse,  que é real e importante.




É mentira
que por conta do problema do Brexit, a economia europeia esteja estagnada: a produção industrial da zona do euro recuou em fevereiro, mas menos do que o esperado, já que o aumento na produção de energia registrado no início de 2019 se inverteu devido ao clima ameno.

A agência de estatísticas da União Europeia, Eurostat, informou nesta sexta-feira que a produção nos 19 países que fazem uso do euro caiu 0,2 por cento em fevereiro e 0,3 por cento na comparação contra o ano anterior.   Economistas consultados pela Reuters esperavam uma queda mensal de 0,6 por cento e um recuo anual de 1 por cento.

Os números de janeiro foram revisados para mostrar um aumento mensal de 1,9 por cento, ante 1,4 por cento, e um declínio na comparação anual de 0,7 por cento, de uma queda de 1,1 por cento informada antes.

A produção de energia, principal responsável pelo aumento de janeiro, mostrou a maior queda em fevereiro, quando as temperaturas ficaram acima da média. De fato, todos os componentes da produção industrial diminuíram na comparação mensal, com exceção da produção de bens de consumo não duráveis.   Esse componente, que inclui alimentos e roupas, aumentou 0,9 por cento em fevereiro, após um ganho de 2,1 por cento em janeiro.
(Reuters)





É verdade que
a privatização de ativos estatais em Minas Gerais poderá levantar até 9 bilhões de reais, o que ajudará a abater o déficit de 12 bilhões do Estado, mas não o eliminará, afirmou o governador mineiro, Romeu Zema, nesta quinta-feira.

A venda de ativos da empresa de energia elétrica Cemig poderá levantar entre 3 bilhões e 4 bilhões de reais, enquanto a privatização companhia de saneamento Copasa outros 5 bilhões de reais, disse Zema em uma conferência em Nova York.

Boato 1:  Estaria apenas em fase preliminar a luta pelo controle da Netshoes entre B2W e Magazine Luiza.
Boato 2:  A Petrobrás venderia até 30% de sua participação na BR Distribuidora.
   -  colhidos na Internet -

           COMUNICADO

   (clique abaixo e divulgue)

A todos os leitores e amigos
do
Verdades e Mentiras da Bolsa


"Há anos acompanho o seu site. Acho-o muito bem elaborado, útil e qualificado. Parabéns. Pode contar com a minha contribuição mensal, conforme sugerido. Segue comprovante da doação ref. março/2013."

"como leitor interessado na continuidade da circulação do V&M fiz transferência no valor de R$120,00 agendada para 04/03, seguindo o valor sugerido de R$10 por mês, considere minha doação para todo o ano de 2013. Torço para que receba as contribuições necessárias para a manutenção da publicação."

"Vale muito mais do que 10,00...(!) .  Acompanho há anos. Ótimo trabalho. Com o tempo, vou quitando minha dívida."