Volume 18  Edição 851    2 de dezembro de 2018

Página 3

Últimas verdades, mentiras e boatos da Bolsa

Para a pág. 4

É verdade que  os investidores estrangeiros continuaram na venda no mercado à vista da Bovespa (R$ 3,8 BB de saldo  até o dia 27), e como praticamente únicos vendedores no mercado.   Ao mesmo tempo,  mantiveram grande posição comprada no futuro do dólar e razoável posição vendida no futuro do Ibovespa.

Ou seja, não estão muito otimistas com o futuro imediato das cotações,  tendo vendido R$ 6,2 BB em outubro e chegando neste final do mês a quase R$ 10 BB de vendas,  como saldo do ano.


Os demais investidores ( os nacionais...) continuam na compra e com força suficiente para absorver essa grande oferta dos estrangeiros e ainda empurrar as cotações a um novo topo histórico nominal.


O desenlace desse verdadeiro cabo de guerra deverá ficar para os primeiros meses de 2019.



É mentira que
  sejam preocupantes os resultados de   uma recente pesquisa de mercado sobre o consumo nacional de cerveja  (da Mintel).

Esse é o pensamento da indústria que mede constantemente as tendências do público e se declara atenta à evolução do gosto dos consumidores.

A pesquisa confirmou que os consumidores estão dando preferência à qualidade do que à quantidade e se sentem motivados a testar novidades em sabores,   mesmo em combinações mais exóticas.

Um importante diretor de marketing observou que as inovações são sempre admiradas,  em qualquer mercado,  mas que o atual prestígio de produtos artesanais tem sérios problemas com seus altos preços e grande e custosa concorrência,  sendo difícil a sobrevida desses novos produtos.


Por outro lado, apesar do público associar qualidade aos produtos artesanais, o prestígio diminui quando uma marca é adquirida por uma cervejaria tradicional, encurtando as opções das starts up.




 

É verdade que   o crescimento de 0,8% no PIB do 3º trimestre veio dentro das expectativas,  após um fraco primeiro semestre e está sendo recebido com "otimismo  cauteloso" pelos economistas.

A cautela é  mais pronunciada no que tange a projeções para o futuro, a maioria dos analistas aguardando a íntegra das propostas do novo Governo.

Boato 1: Desorganização dos mercados e poucas informações estariam provocando as fortes quedas nas moedas virtuais.

Boato 2
: Estaria crescendo a fila para novos lançamentos de ações.
     
-  colhidos na Internet -

           COMUNICADO

   (clique abaixo e divulgue)
A todos os leitores e amigos
do
Verdades e Mentiras da Bolsa

"Há anos acompanho o seu site. Acho-o muito bem elaborado, útil e qualificado. Parabéns. Pode contar com a minha contribuição mensal, conforme sugerido. Segue comprovante da doação ref. março/2013."
"como leitor interessado na continuidade da circulação do V&M fiz transferência no valor de R$120,00 agendada para 04/03, seguindo o valor sugerido de R$10 por mês, considere minha doação para todo o ano de 2013. Torço para que receba as contribuições necessárias para a manutenção da publicação."
"Vale muito mais do que 10,00...(!) .  Acompanho há anos. Ótimo trabalho. Com o tempo, vou quitando minha dívida."