21 de  janeiro de 2018

VERDADES  E  MENTIRAS  DA  BOLSA

Nesta edição:

©Jayme Ghitnick
2001 a 2018

Volume 17  Edição  810

SOBRE  BITCOIN

Bolha ?

O painel acima mostra informações sobre a bitcoin na manhã de quinta-feira última: o preço estava em U$ 11.311, o valor de mercado de todo o lote existente (preço x estoque em circulação: U$ 190,1 BB), a estimativa do volume diário de negócios (3O6 K) e o estoque corrente da moeda (16,8 MM).   São cifras impressionantes,  não há dúvidas.

Tenho evitado o assunto porque meu foco é o mercado de ações,  mas com o forte ajuste desta semana, a solicitação dos leitores foi muito grande.

A moeda virtual é sustentada por um sistema de softwares e um conjunto de regras, que partiu da idéia original do peer-to-peer (par a par),  que inspirou os sistemas de trocas de músicas, imagens etc. (Napster, redes sociais), criadas há alguns anos atrás.   

Essa tecnologia se propõe a criar um estoque certo da moeda (21 bilhões), permitir a troca

entre os possuidores,  livremente, com segurança e transparência.  Com isso, as funções amplas de moeda podem ser cumpridas com baixíssimo custo e...anonimato !

Por tais características, o bitcoin atraiu enorme demanda para interesses clandestinos,  para sonegadores e criminosos,  gerando a incrível valorização que obteve ( de centavos de dólar para quase 20 mil dólares em poucos anos...).

Naturalmente,  junto com os interesses clandestinos, vieram os hackers e vigaristas,  além de concorrentes,  criadores de outras moedas. Abusos e golpes começaram a ocorrer, até que os governos em todo o mundo começaram a se mexer,  não só para proteger a economia popular,  como para proteger a própria arrecadação fiscal...

Aparentemente, as moedas virtuais vão passar por uma crise temporária,  até que toda essa poeira baixe,  sendo provável que o sistema  evolua para um modelo mais aceitável pela sociedade organizada.    Não se sabe se  o valor obtido até agora,  num novo formato,  terá a mesma atração...